sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Dia Internacional das Migrações [18 de dezembro]

[a insustentável leveza dos ideais]





No dia 4 de Dezembro de 2000 foi proclamado pelas Nações Unidas o Dia Internacional Das Migrações. A questão das migrações já havia sido tratada várias vezes pelas Nações Unidas (tanto que já tinha sido convocada a Convenção pela Proteção dos Direitos de todos os Trabalhadores Migrantes em 1990); contudo, faltava ainda algo que elucidasse os governos acerca do grande número de migrantes a nível mundial. Deste modo, nasceu esta data comemorativa, sendo que a partir desta altura os governos e organizações passaram a ter de elaborar relatórios sobre esta questão com o objetivo de disseminar informação e assegurar os direitos dos migrantes.

 Desde pequena que ouço falar em migração, tanto a nível nacional como internacional (emigração e imigração). Mas por que será que existem tais tipos de migrações?

Se procurarmos a definição de migração, a resposta é a seguinte: deslocação de pessoas ou bens de um determinado ponto geográfico para outro ponto geográfico. Ora, tendo isto em conta, podemos afirmar convictamente que somos todos migrantes, já que nos vemos na necessidade de nos deslocarmos, por exemplo, à escola ou a qualquer outro estabelecimento. Contudo, não pretendo debater esta ideia, mas sim sobre o porquê da nossa constante movimentação.

Para além de precisar de satisfazer necessidades básicas, muita gente migra, por exemplo, para outros países, com o intuito de obter um emprego ou estudar numa universidade diferente (como é o caso dos estudantes Erasmus). Para uns é necessidade imediata, para outros é um investimento decisivo na entrada para o mercado de trabalho

Estas migrações trarão consequências a vários níveis (cultural, social, económico, demográfico…) e, por vezes, assistimos a vários conflitos devido ao choque entre indivíduos com modos de vida distintos; contudo, este choque é importante na medida em que nos permite compreender a imensidão de formas de viver diferentes daquela em que fomos educados.

Assim sendo, e tendo isto em conta, penso que foi importante que se criasse esta data tendo em conta que as migrações são uma ótima forma não só de satisfazer necessidades mas também de ver, compreender e respeitar o outro na sua diferença.

Diana Cruz, 12º LH2

Referências bibliográficas:

ONU (s/d). International Migrants Day. Disponível em: http://www.un.org/en/events/migrantsday/ 


Sem comentários:

Enviar um comentário