segunda-feira, 8 de junho de 2015

Dia Mundial dos Oceanos

… a ciência também é cultura

O Dia Mundial dos Oceanos é celebrado anualmente no dia 8 de junho. A ideia original de “celebrar os oceanos” teve origem na Conferência da ONU, realizada no Rio de Janeiro, em 1992, cuja grande temática se baseava no Ambiente e Desenvolvimento. Contudo, só em 2008 é que o dia 8 de junho passou se instaurou como Dia Mundial dos Oceanos. O tema deste ano é “Healthy oceans, healthy planet” (Oceanos saudáveis, Planeta saudável).


Fig.1 – Theme do Dia Mundial dos Oceanos


Tal como o nosso coração, que tem um papel muito importante, bombeando sangue para todas as partes do nosso corpo, os oceanos constituem um relevante alicerce do planeta. Ocupam dois terços da superfície da Terra e, por meio da interação com a atmosfera, geosfera e biosfera, têm um papel importante na regulação das condições climatéricas do planeta. Por outro lado, os oceanos são o habitat de um vasto número de plantas e animais, fornecendo comida, energia e múltiplos recursos aos seres humanos. Os oceanos são ainda o principal regulador térmico do planeta, absorvendo mais de um quarto do dióxido de carbono libertado pelas atividades humanas e são o “lar” de muitas substâncias química usadas em medicamentos.


Fig.2 – Vida aquática

Para assegurarmos a saúde e segurança das nossas comunidades e futuras gerações, é imperativo consciencializarmo-nos da responsabilidade de cuidar os oceanos, já que a saúde de todos depende de um limpo e produtivo sistema hidrológico. De acordo com artigo publicado no Diário de Notícias (2010),

As ameaças perfazem uma lista longa. É a pesca em excesso, que está a ceifar espécies, são os acidentes, como o do golfo do México agora, cujo impacte ambiental é ainda incalculável, é a poluição não acidental, em resultado das atividades industriais normais da civilização humana, é o dióxido de carbono a mais que as águas oceânicas vão absorvendo, com efeitos negativos a prazo nos crustáceos. Estes poderão começar a ter dificuldade em reduzir as suas carapaças duras num meio mais ácido.
Na voz do secretário-geral das Nações Unidas Ban Ki-Moon, “We have to ensure that oceans continue to meet our needs without compromising those of future generations. They regulate the planet’s climate and are a significant source of nutrition. Their surface provides essential passage for global trade, while their depths hold current and future solutions to humanity’s energy needs.” (Temos de assegurar que os oceanos continuem a atender às nossas necessidades sem comprometer as das gerações futuras. Estes regulam o clima do planeta e são uma importante fonte de nutrição. As suas superfícies são a passagem essencial para o comércio global, enquanto suas profundezas podem assegurar soluções atuais e futuras para as necessidades energéticas da humanidade).
As Nações Unidas lançaram um vídeo sobre a acidificação dos oceanos e os perigos inerentes que vale a pena ver:






Um planeta, um oceano – juntos temos o poder de proteger ambos.



Afonso Marques, 12ºCT3

Referências bibliográficas:
United Nations. (s/d). World Oceans DayDisponível em http://www.un.org/en/events/oceansday/index.shtml
Diário de Notícias. (2010). Dia Mundial dos Oceanos com várias atividades. Disponível em http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=1587700&seccao=Biosfera